MX2 - uma segunda chance a um antigo kit.

Aqui colocamos as fotos da construção de nossos modelos.

Moderadores: Paulinho, Alvaro Sala, benites

Avatar do usuário
brunollo
membro
Mensagens: 773
Registrado em: 28 Set 2008 08:36
Localização: Brasília, DF

MX2 - uma segunda chance a um antigo kit.

Mensagempor brunollo » 12 Set 2014 20:22

Oi galera! faz um tempo que não posto nada aqui... tenho ficado muito tempo apertado de serviço e minhas montagens/construções/projetos estão andando a passos de cágado... de qualquer forma, venho trazer pra vcs uma das minhas últimas montagens. É um MX2 de 1,20m de asa vendido pela HK que foi comprado pelo meu xará Bruno Miguel, um amigo de BSB, há muito tempo, mas que nunca tinha voado direito. Voou uma vez e deu tantos problemas de CG atrasado, motorização, servos travando, bequilha quebrando no pouso que o Bruno simplesmente desistiu do avião. No fim de 2013, ele ME DEU o avião, quase como um desafio: "Faça voar". O modelo é esse aqui:

[img:592d6ee962]http://i118.photobucket.com/albums/o90/brunollo/Aero/HK%20MX-2/24886-main.jpg[/img:592d6ee962]
[i:592d6ee962]Meu Deus que avião feio![/i:592d6ee962]

[img:592d6ee962]http://i118.photobucket.com/albums/o90/brunollo/Aero/HK%20MX-2/24886-sub1.jpg[/img:592d6ee962]
[i:592d6ee962]Três polainas de rodas. Três. Não me perguntem pra que a terceira...[/i:592d6ee962]

Esse kit da HK era vendido como um avião sport. A HK não disponibiliza esse avião mais pelo menos há um ano, então não posso falar dele como um review, apenas vou contar rapidamente como foi a reforma , coisas que eu fiz e como eu botei ele pra voar de novo, e o transformei num aviãozinho honesto, pra voar em momentos que o vento está um pouco mais forte.

Ele foi vendido pela HK com um motor muito fraco pra ele, speed de apenas 30A e servos q eu já me acostumei a não confiar. Então, em março de 2014 (eu disse que andava sem tempo...) eu desmontei boa parte do avião, pra substituir a eletrônica toda, e remontei com um antigo Hacker semelhante ao 3542, com kv de 850 (não lembro o modelo, o motor é bem antigo e o adesivo dele caiu em algum momento... sei que pesa mais ou menos uns 150g, o KV é de 850 e ele suporta até 600w) O speed foi um Turnigy de 60A com BEC (overkill, mas estava parado, então decidi usar.) Os servos foram os velhos e bons HXT900 nos ailerons e MG14 no leme e profundor (esses tb estavam parados). O receptor foi um Orange 610 DSM2. A bateria pra ele é de 2200 (eu uso as velhas e boas nanotech 25-50). A hélice é uma 12x8 SF APC pra poder puxar potência desse motor (que foi realmente dimensionado para hélices grandes). Na medida de potência máxima, o motor entregou 473w, bem dentro do limite dele. Antes eu tinha planejado usar um Scorpion 3014 de 1000kv e 600w nele, mas além de ser um motor que merece ir pra um avião 3D massa, é quase 30g mais leve que esse Hacker, e quando eu montei o bicho ele pediu... 30g de lastro no bico pra dar CG (o cg original vem errado no manual, tive que fazer uma boa pesquisa na net pra ver que CG usavam... deu algum trabalho arrumar esse CG pra ele conseguir voar) Então ficou o Hacker mesmo.

[img:592d6ee962]http://i118.photobucket.com/albums/o90/brunollo/Aero/HK%20MX-2/foto.jpg[/img:592d6ee962]
[i:592d6ee962]POWAAAAAHHHHH![/i:592d6ee962]

A bequilha quebrada deu lugar à clássica Du-Bro 40 que eu gosto tanto em aviões desse porte. O avião ficou pesado no final das contas: 1570g com a bateria. Então, com o bicho montado mas sem acabamento eu decidi fazer alguns voos de teste com ele. (com o bom amigo Edgar filmando tudo... TUDO MESMO!)

[yt]dHKcq_nmUQM[/yt]
[i:592d6ee962]Olhem aí o voo do bicho...[/i:592d6ee962]

No voo descobri que esse avião é um acrobático simples, sem invenções demais, com um bom desempenho, mas não é realmente apropriado para realizar um voo 3D. As manobras simplesmente não saem, os comandos são muito pequenos. Apenas um voo acrobático clássico gostosinho, sem compromisso. O pouso dele é bem tranquilo, se vc fizer uma arredondada bem comprida, quase como a de um trainer, pra ele perder velocidade e inércia flutuando, e permite um toque suave. O trem de pouso, por outro lado, é estreito, e não gosta de ventos laterais no toque. A velocidade máxima dele não é muito alta, mas ele também não gosta de voar lentamente. Sem motor ele plana como um tijolo, hahaha!
Depois de montado, eu decidi dar um tapa no visual dele. Originalmente ele branco e só adesivado ficava muito feio. Além disso os adesivos estavam muito velhos e não tinham nenhuma fixação, impedindo que eu criasse um visual legal com eles. Decidi pintar o bicho, com sprayzão mesmo. Algumas vezes, em algumas aplicações, como essa, acredito que o spray tenha vantagens do ponto de vista da praticidade sobre o aerógrafo. Testei algumas tintas em pedacinhos cortados do EPO dele pra ver qual não reagiria e teria uma aderência satisfatória. Como nos outros EPOs, o spray que teve uma aderência legal e não reagiu foi o Colorgin pra plásticos.

[img:592d6ee962]http://i118.photobucket.com/albums/o90/brunollo/Aero/HK%20MX-2/foto2.jpg[/img:592d6ee962]
[i:592d6ee962]Apostei na praticidade do spray![/i:592d6ee962]

Escolhi um azul que me agradasse, passei literalmente DIAS mascarando o avião pra fazer um padrão de pintura e pra proteger as partes de eletrônica e links da tinta (não, eu não desmontei o avião pra pintar. Foi uma decisão arriscada, mas que se mostrou positiva pois o mascaramento foi feito com cuidado e atenção aos detalhes, e eu não precisei desmontar um avião que estava voando e ajustado pra pintar. Sem falar que o avião, quando eu peguei, já estava montado, inclusive com as asas coladas...). Depois disso pintei com calma e respeitando o spray, foi mamão com açúcar. Usei duas latas. A tinta agregou 17g ao MX2.

[img:592d6ee962]http://i118.photobucket.com/albums/o90/brunollo/Aero/HK%20MX-2/IMG_9388.jpg[/img:592d6ee962]
[i:592d6ee962]Na sala de pintura... [/i:592d6ee962]

[img:592d6ee962]http://i118.photobucket.com/albums/o90/brunollo/Aero/HK%20MX-2/IMG_9399.jpg[/img:592d6ee962]
[i:592d6ee962]... e depois, em casa, esperando a finalização da montagem e a retirada das máscaras.[/i:592d6ee962]

Com o avião pintado observei que o spinner azul que eu originalmente tinha montado nele não era do mesmo tom da tinta. Então peguei um spinner velho que é muito bonito, azul transparente com backplate em alumínio, mas estava parado por estar cheio de arranhadinhos, todo fosco. Peguei uma estopa, massa de polir e me sentei na frente da televisão, polindo o spinner enquanto via o jornal. O resultado foi esse:

[img:592d6ee962]http://i118.photobucket.com/albums/o90/brunollo/Aero/HK%20MX-2/spinnerpolido.jpg[/img:592d6ee962]

Engraçado como quase tudo que eu usei nesse avião já tinha sido usado, tava encostado, etc. Bom de vez em quando fazer essas reciclagens de material. No final das contas, o avião ficou assim:

[img:592d6ee962]http://i118.photobucket.com/albums/o90/brunollo/Aero/HK%20MX-2/IMG_9536.jpg[/img:592d6ee962]
[i:592d6ee962]Beauty shot![/i:592d6ee962]

Com as polainas e o visual azul, muito mais bonito que o original, o avião se tornou um voador que, mesmo simples, me diverte bastante nos FDS. É um avião que tem um envelope de voo um pouco mais estreito e veloz do que eu normalmente gosto pra ser bom, agradável pra mim. Mas lida bem com o vento, não é arisco, voa reto o suficiente e faz manobras clássicas suficientes para me deixar feliz. Lembra um pouco aqueles acrobáticos glow antigos em voo, como o SkyBird. Se tornou um avião pra um voo relaxante, quase um desfile enquanto voo.

[img:592d6ee962]http://i118.photobucket.com/albums/o90/brunollo/Aero/HK%20MX-2/foto1.jpg[/img:592d6ee962]
[i:592d6ee962]A co-piloto aprovou![/i:592d6ee962]
Vamos melhorar o nível do e-voo: se observar grosseria ou falta de educação, CLIQUE NO BOTÃO DENUNCIAR!!!

Avatar do usuário
AIRJOE10
membro
Mensagens: 337
Registrado em: 11 Abr 2014 16:21
Localização: São Paulo / Pirituba

Mensagempor AIRJOE10 » 13 Set 2014 00:11

Show de bola o aero..você passou algum verniz na pintura ou só a tinta?

Avatar do usuário
brunollo
membro
Mensagens: 773
Registrado em: 28 Set 2008 08:36
Localização: Brasília, DF

Mensagempor brunollo » 13 Set 2014 10:11

Cara, eu só passei a tinta. Não achei em spray um verniz que ao mesmo tempo tivesse aderência e não reagisse com o EPO. Lembre-se que, depois de retirada a máscara da pintura, partes do EPO ficariam nuas. Isso faria com que o verniz entrasse em contato com o EPO. Como a tinta ficou com um brilho aceitável, eu deixei o verniz pra lá. O spray foi aplicado diretamente no EPO. A única preparação que eu fiz na superfície além do mascaramento foi uma limpeza rigorosa e um lixamento com lixa 1200 e bloco pra tentar deixar as bolinhas do EPO mais lisas... mas não adiantou, a tinta ainda assim deixou mostrar as bolinhas do EPO. E olha que eu devo ter dado umas cinco demãos de cada lado! Houve momentos em que eu pensei em entelar. Talvez tivesse ficado bom tb.
Vamos melhorar o nível do e-voo: se observar grosseria ou falta de educação, CLIQUE NO BOTÃO DENUNCIAR!!!

Avatar do usuário
brunollo
membro
Mensagens: 773
Registrado em: 28 Set 2008 08:36
Localização: Brasília, DF

Mensagempor brunollo » 15 Set 2014 21:12

Amigo, nem sei o que dizer, afinal o tópico nem é pra isso. Se há um conselho que eu posso te dar é o seguinte: no convívio social a maior de todas as virtudes é a paciência...
Vamos melhorar o nível do e-voo: se observar grosseria ou falta de educação, CLIQUE NO BOTÃO DENUNCIAR!!!


Voltar para “Construções”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 11 visitantes